Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

LANÇAMENTO DA COLETÂNEA DE VALDELICE PINHEIRO NO AUDITÓRIO DA FTC EM ITABUNA

Imagem

Medo

Imagem
Medo                      Antonio Nunes de Souza* Sou especialista em análises, Aliás, sou e estou habituado a analisar. Pessoas, coisas, abstrações, ilusões, etc. Sou um detalhista explícito, Pouco gosto do que vejo, Muito menos do que ouço, Será que sou louco?
Ou será que o mundo é um silo de bobagens?
Sinto as pessoas cada dia mais idiotizadas, Conformadas com as migalhas da contra cultura, Nivelando-se nos porões, pelas facilidades de acompanhamentos Simplórios da sociedade desassociada. Será que sou louco?
Ou será que estamos em plena travessia da mutação de valores?
Excesso de horrores, dores e falta de cores, Prazeres e gostos de pessoas vazias, Manipuladas por preços módicos, Pela medíocre mídia, como as próprias mediocridades impostas.
Não! Não, eu não sou louco! E não tenho juízo tão pouco. Eu faço é parte dessa merda toda, Agrupado numa minoria dispersada e aflita, Que, em cantos diferentes grita, Com medo que em nossas cabeças a imbecilidade exploda.
*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras…

HOJE É O DIA DA POESIA! ITABUNA PASSA EM BRANCO

Imagem
Como sempre, o Dia da Poesia; a Mãe de todas as artes. Data, esta, dedicada ao nascimento do poeta baiano Castra Alves, filho da Fazenda Cabaceiras, Recôncavo da Bahia e, que nasceu em 14 de Março, passou em branco.
O dia era sempre lembrado pelo Clube do Poeta Sul da Bahia, que ministrava recitais de poesias nas escolas de Itabuna, mas não sabemos porquê, este ano, os poetas não foram para as escolas e as praças de Itabuna. Por falta de apoio da FICC, não foi porque o Clube do Poeta, sempre administrou “os recitais” sem apoio deste município, mesmo tendo  o reconhecimento de “Utilidade Pública Municipal” e completando 25 anos de existência.
Com o Clube do Poeta Sul da Bahia, a poesia grapiúna, tornou-se mais divulgada e mais sólida, pois a entidade conseguiu desengavetar vários poetas que lançaram seus livros.
O Dia da Poesia não poderia passar em branco, pois a poesia é o colorido, o perfume do encanto das letras de um idioma, através da sensibilidade dos poetas, exalando no mundo, o …

BAIRRO DE FERRADAS COMPLETA 200 ANOS DE EXISTÊNCIA

Imagem
Por - Joselito dos Reis - A ex-vila de Nossa Senhora da Conceição de Ferradas, Conceição de Ferradas, depois distrito de Ferradas (1917) e depois barro de Ferradas (1990), no próximo mês de outubro, deste ano, completará duzentos anos de existência.
O local, que segundo a história, foi visitado por jesuítas, na catequese dos índios,  tornou-se um encontro de caravanas, principalmente, dos  tropeiros, onde através de permutas (trocas, barganhas...), nasceu, depois de Ilhéus, um dos maiores comércio no sul da Bahia, devido a  passagem dos viajantes, surgindo, com isso, um intercambio das cidades: Vitória da Conquista/Ilhéus e outros municípios do extremo-sul do Estado.    
Em resumo na Vila de Conceição de Ferradas, no final do século XVlll, nasceu tudo. Em Ferradas funcionou o primeiro cartório de Registro Civil de Itabuna; quando um dos seus tabeliães foi o coletor estadual, Leopldo Freire, que também instalou a Padaria São Leopldo, na Rua Ruy Barbosa, centro, de Itabuna, uma das primei…

ITABUNA PERDE AS SUAS TRADIÇÕES E HISTÓRIAS

Imagem
A cada ano que passa Itabuna perde parte de sua história! e de seus acervos tradicionais. Um grande desrespeito aos nossos ícones da educação grapiúna. Referimos-nos ao fechamento da Escola Lúcia Oliveira.
Caso tivessem vivos, Plinio de Almeida, Flavio Simões, Josué Brandão, Carlos Duarte, Antonio Lúcio (Tote), Nestor Passos, Carlos Zinerman, Lindaura Brandão, Carmem Santana, Elza Melo, Sílvia Queiroz, Olga Oliva, Antonieta Cordier, Antonio Fábio Dantas, Afrânio Ferreira, Waldelice Pinheiro, Amélia Amado, Raimundo Osório Couto Galvão, Arivaldo Sampaio, Terezinha Leite, Anete Mascarenhas Seixas, Manuel Simeão, Gil Nunesmaia, João Arbage, Matilde Pacheco (Primeira Diretora da Lúcia Oliveira), Lúcia Smith de Oliveira ( Deu o nome a escola, inaugurada em 05 de outubro de 1935)), Otaciana Pinto, Everton Alves Challupp, America Freire, Maria Dias de Aguar, Leonor Pacheco, Alzira Paim, Dalilla Paganelli, Alice Leite Cordier, Maria Celeste Mota, Sancha Galvão, Helena de Borborema, Lourdes Maro…