Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Gloria Itabuna! pelos seus 106 banos

Imagem
As lágrimas de dor Dos nossos poetas e pioneiros Do passado... Estamos transformando-as Em esperança e flores Espantando as dores E trazendo às virtudes Da bonança da vida
Viva 28 de Julho! Viva Itabuna!
Clube do Poeta Sul da Bahia
Texto - Joselito dos Reis

TELMO FONTES PADILHA

Imagem
O poeta do "Voo Absoluto" , "O menino e o Rio", entre outros muitos títulos de livros de poesias, da nossa lavra  grapiúna. Livros que foram traduzidos para mais de 40  línguas diferentes. Dia 16 de Julho (este mês) completam 19 anos do seu trágico acidente automobilístico, entre Itabuna e Buerarema, o que lhe levou a morte.
Grande nome de nossa cidade, grande nome da nossa literatura, fundou vários jornais, em Itabuna, entre eles, a Tribuna do Cacau. Era advogado e foi funcionário publico federal, prestando os seus serviços à CEPLAC. Criou  também  o PACCE-Projeto, esse, que editou vários livros de poetas regionais! Incentivou nossa cultura. 
Telmo Padilha também incentivou a criação do Clube do Poeta Sul da Bahia, sendo um dos seus sócios. Merece uma grande homenagem de Itabuna; um reconhecimento que ainda não veio! pelo manos um nome de rua ou de praça!

ITABUNA

Se não há montanhas,
como escalá-las?
Se não há florestas,
Com embrenhar-me
em sombras
que não estas?
Se não há …

AUGUSTO DOS ANJOS UM GRANDE POETA

Imagem
Augusto dos Anjos (1884-1914) foi um poeta brasileiro. Sua obra é extremamente original. É considerado um dos poetas mais críticos de sua época. Foi identificado como o mais importante poeta do pré-modernismo, embora revele em sua poesia, raízes do simbolismo, retratando o gosto pela morte, a angústia e o uso de metáforas. Declarou-se "Cantor da poesia de tudo que é morto". O domínio técnico em sua poesia, comprovaria também a tradição parnasiana. Durante muito tempo foi ignorado pela crítica, que julgou seu vocabulário mórbido e vulgar. Sua obra poética, está resumida em um único livro "EU", publicado em 1912, e reeditado com o nome "Eu e Outros Poemas".
Augusto dos Anjos (1884-1914) nasceu no engenho "Pau d'Arco", na Paraíba. Filho de Alexandre Rodrigues dos Anjos e de Córdula de Carvalho Rodrigues dos Anjos. Recebeu do pai, formado em Direito, as primeiras instruções. No ano de 1900, ingressa no Liceu Paraibano e compõe nessa época, seu …