Postagens

EDITUS É FINALISTA NO PRÊMIO IPL – RETRATOS DA LEITURA

Imagem
A Editus – editora da UESC, está entre os finalistas do Prêmio IPL Retratos da Leitura - 2017, na categoria Cadeia Produtiva, com o projeto ‘’No caminho tem um livro’’. Lançada em 2015, a ação visa levar mais leitura ao transporte público. Os ônibus que fazem as linhas Itabuna/Salobrinho, Itabuna/Ilhéus e os que transportam os servidores da Universidade Estadual de Santa Cruz, receberambolsões especiais onde as publicações são colocadas. O passageiro escolhe se quer ler no ônibus ou levar o título para casa, mas com o compromisso de devolvê-lo após a leitura.
Prêmio IPL – Retratos da Leitura, foi criado peloInstituto Pró-Livro – IPL, que é uma (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), com o intuito de fomentar a leitura, na busca por tornar o Brasil um país de leitores e amantes dos livros. 
O projeto “No Caminho tem um Livro”, desenvolvido por meio de um convênio de cooperação técnica com a Rota Transportes, tem como base a noção de que a leitura é de suma importância p…

POR UMA LEITURA MAIS SOCIAL É TEMA DA 5ª FEIRA DO LIVRO NA UESC

Imagem
A 5ª Feira Universitária do Livro da UESC já está se aproximando!  Este ano o evento será de 5 a 8 de dezembro, na Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus/BA. Além da habitual comercialização de publicações com descontos de até 50%, teremos atividades de incentivo à leitura, palestras, workshop, lançamento coletivo de livros e intervenções artísticas em diversos espaços do campus. Diante do atual panorama político, social e econômico, a temática da Feira é uma proposta para que se discuta a leitura como ampliação de consciência, como percepção do lugar de fala e como promotora de mudanças. A ideia é que seja um chamamento para pensarmos juntos a leitura como elemento catalisador de transformações na sociedade. A programação inclui diversas atrações culturais durante toda a programação da Feira, entre elas a Exposição Projeto Furta-cor, com poemas do escritor Geraldo Lavigne, também teremos exposição do artista plástico Ilheense, Goca Moreno e a Exposição fotográfica Mãe das águas, p…

UM ARTIGO DE ANTONIO NUNES

Imagem
Todo cego tem seu dia de visão!
Antonio Nunes de Souza*
Nós, no decorrer da vida, fazemos mil coisas que, depois de passado algum tempo e paramos para pensar, chegamos a conclusão que agimos fora dos limites, exagerando, barbaramente na atitude tomada!
Pesquisando minha mente, atrás de algumas dessas lembranças inesquecíveis e, assustei-me completamente, quando me floresceu com clareza que, numa tarde de inverno estava eu na janela da minha casa, e chovia torrencialmente. Na rua encostado na parede tentando se proteger, havia um cego, provavelmente pedinte com a aparência de uns 50 anos. Mesmo não estando bem trajado, estava barbeado e, infelizmente, todo molhado. Deduzi que era cego porque levava na mão, aquela varinha típica usada normalmente pelas pessoas com problema de visão.
Eu, uma mulher viúva, ainda jovem, mas, muito prestativa e paroquiana, fiquei penalizada e chamei o pobre coitado para entrar e passar a chuva. Imaginando que seria minha boa ação do dia. -Senhor entre aqui para …

ADEUS PROFESSOR ANTONIO COSTA

Imagem
segunda-feira, 13 de novembro de 2017 Itabuna perde professor Antônio Costa0 Por  / 10 de novembro de 2017 às 15:31- atualizado expressaounica 13.11.17, às 15:31

Antônio Costa deixa exemplo de retidão e senso de justiça
Vítima de problemas cardíacos, morreu no final da manhã desta sexta-feira (10), em Itabuna, o professor Antônio Costa. Ele tinha 81 anos, estava internado há 15 dias no Hospital Calixto Midlej Filho, para colocar um marca-passo. O professor Costa, como era chamado, era atuante em diversas frentes na cidade. Era presidente da Academia Maçônica de Letras, foi tesoureiro da Academia Grapiúna de Letras e foi diretor da unidade local da FTC (Faculdade de Tecnologia e Ciências).Foi também diretor do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães, na gestão do Prefeito Capitão Azevedo.  Por formação, era engenheiro agrônomo e trabalhou na Ceplac. Para os amigos, tido como uma pessoa serena, pacata e bastante comprometida com as causas em que acreditava. “Uma figura nota…

"Chão de Sangue": Um recente poema de Joselito dos Reis

 (A um regime sem comando! a às crianças atingidas e mortas por balas perdidas ou não).
Num marasmo
De labirintos infinitos
De seres humanos abutres
Que matam...
Choro as dores
Do meu ego
Da minha impotência
Sem flores
Vendo crianças
Sofrerem torturas
Da perversidade...
Maldade pura!
De um descalabro
Triste e cruel
À deriva de infâncias
Levadas pelos ventos
De um destino incerto mortal
Nos morros sem amores
Dentro da guerra!...
Insana e cruel
Dobro-me diante da miséria
Da matéria de mais um corpo morto
Onde uma vida
Transforma-se no vazio
Preenchida pela ignorância
Da ambição de um drogado assassino
Deixando cair lágrimas inocentes
No chão de sangue...
Da rua ou da favela
Plantadas nos túmulos do tempo
Cobertos pela a inércia
De um regime fascista qualquer
De uma blindada corrupção
Sem solução!
Joselito dos Reis
04.11.2017
O seu livro, recentemente lançado em Itabuna e Ibicaraí, sua cidade natal,  de pensamentos e poesias, intitulado: "Grito Sem Eco"  pode ser encontrado no ABC da Noite, do Caboclo Alencar; n…

Reconhecimento de Helô Sampaio

Imagem
Reconhecimento de Helô Sampaio aos valores de sua terra natal! Experimente um "beijo de velha bonita" (é bom demais!) Emocionada, orgulhosa, agradecida. É muito adjetivo para começarmos a nossa conversa, não é, lindinho? Mas é assim que me sinto neste momento que falo com você, aqui, de Itabuna, recém chegada de Ibicaraí, onde o meu pai foi homenageado com inauguração de busto e a requalificação da praça que leva o seu nome. Não é maravilhoso para filhos verem os pais reverenciados pela comunidade que demonstra o maior respeito e bem querer por ele? Meu pai formou em Medicina e logo foi para Palestina, então distrito de Itabuna onde, pouco depois da chegada, conheceu uma linda moça, Nieta, filha de italianos, casou-se com ela e nasceram cinco maravilhosos pimpolhos, sendo a mais bela e encantadora essa que vos fala, he-he. Com a vida dedicada ao trato dos necessitados, meu velho, que era conhecido como ‘pai dos pobres’, nos criou com amor a terra e respeito ao povo, sentiment…

BIOGRAFIA DE ZÉLIA LESSA LANÇADA NO CENTRO DE CULTURA ADONIAS FILHO EM ITABUNA

Imagem
Por – Adeildo Marques - Na última quarta - feira, (27), às 19h, no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, aconteceu o lançamento do livro da nossa confreira Zélia Lessa, membro da Academia Grapiúna de Letras (AGRAL), em uma noite de muita magia e alegria com presença de muitos convidados, dos diversos seguimentos da sociedade itabunense.
 A professora Zélia Lessa, expressou sua emoção de alegra, pelo o importante momento de autógrafo, e pela presença de tantas ilustres personalidades de nossa cultura. O Presidente da Academia Grapiúna de Letras, Ivann Krebs Montenegro, responsável pelo cerimonial, deu boas vindas a todos convidados, e em um rápido momento, falou do perfil da escritora que escreveu a biografia.