Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

BANDA MUNICIPAL SE TORNA UMA DAS MAIS COMPLETAS DA BAHIA

O maestro Vilobaldo Conceição, regente responsável pela Banda Municipal de Itabuna “Falcões”, está rindo à toa. Não por menos, ele comemora a chegada, na última quinta-feira (26) da segunda remessa dos novos instrumentos da banda que, agora, se transforma numa das mais completas da Bahia. A Banda Municipal de Itabuna “Falcões” é mantida pela Prefeitura de Itabuna, através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).
Entre os novos instrumentos, a FICC recebeu trompetes, trombones, eufônios, souzafones, trompa de harmonia, além dos instrumentos de percussão (tanto de marcha, quanto sinfônicos), entre os quais destacam-se o bumbo, a caixa, pratos; e também bumbo sinfônico, o “prato chinês”, xilofone, metalofone, vibrafone, os sinos tubulares e o tímpano.
A FICC já havia recebido, há cerca de dois meses e meio, uma remessa de instrumentos de sopro. Desde o mês de junho, o presidente da FICC, Roberto José da Silva, vinha se esforçando para garantir a renovação em 100% dos instrumen…

JORNALISTA ANTÔNIO LOPES LANÇA LIVRO EM BUERAREMA

Imagem
O jornalista e escritor Antônio Lopes no ultimo diaq 20 de novembro lançou, na Casa de Cultura Jonas & Pilar, em Buerarema, a sua mais nova produção. O livro Com o mar entre os dedos, publicado pelaEditus - Editora da UESC, emuma noite especial de autógrafos, que contou com o apoio do Instituto Macuco Jequitibá. Com 57 crônicas, o livro traz pequenos acontecimentos do dia a dia vivenciados pelo autor em forma de crônicas de jornal. Lopes ri e faz rir com sua escrita rica de inquietações cotidianas.

ARTIGO DO POETA E ARTICULISTA DE ANTONIO NUNES

Todo dia é dia! Antonio Nunes de Souza* Pode até parecer capricho ou teimosia, mas, para que me sinta realizado, tenho que escrever algo, sobre alguma coisa, mesmo até ratificando ideias ou relembrando fatos, porém, que o texto possa colaborar e ajudar nas correções dos nada “simpáticos” procedimentos em todas as vertentes, principalmente na política, educação, saúde e segurança!
Como a política administrativa afeta todas essas vertentes, vou dar minha modesta opinião, com relação a um serviço básico e essencial, que, por ser complicado e dependente de uma série de fatores, não está atendendo, como deveria a população do município, principalmente alguns bairros periféricos! Estou referindo-me a água, tendo como responsável a EMASA, comandada pelo competente presidente Ricardo Campos!
Não posso achar que é normal as pessoas se acomodarem com a situação, desculpando os administradores, passando privações calados sem dar vasão aos seus sofrimentos e, ao mesmo tempo, fazer críticas severas pe…