Itabuna tem a primeira estátua de Jorge Amado no Brasil

Itabuna é a primeira cidade da Bahia e do Brasil a ter uma estátua em homenagem ao escritor Jorge Amado, que completa neste mês o seu centenário. A obra do escultor LavruDurval, tem 1 metro e 85 centímetros, pesa mais de 200 quilos, está instalada sobre um pedestal de três metros, no acesso de Ferradas para a BR-415, trecho Itabuna-Ibicaraí e foi inaugurada simultaneamente com as obras de restauração da casa onde o escritor viveu os seus primeiros anos, com mobiliário de época, além de uma pequena biblioteca, museu, cinema e teatro.



 Autor de cerca de 50 trabalhos espalhados pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Minas e na capital baiana, LavruDurval, residente em Itabuna, é um artista versátil, que trabalha com terracota - material constituído por argila cozida no forno, sem ser vidrada, e é utilizada em cerâmica e construção-, plastic bronzinado e bronze fundido, vem também realizando projetos em parceria com o concepcionador plástico Renart .


Durval conta que a escultura foi concluída num período de dois meses, desde a elaboração do projeto até a finalização. “É um trabalho solitário, que exige muita concentração, conhecimento de anatomia e de perspectiva, além de cuidados especiais no acabamento”. O escultor trabalha agora num projeto para a Uesc, mas que mantém em sigilo até a sua implantação definitiva.


Durval explica que trabalha com escultura há oito anos e que a sua descoberta da arte começou ainda no curso primário, quando ocupava parte do tempo desenhando e fazendo esculturas de barro e outros materiais. A formação como escultor foi consolidada a partir de cursos e oficinas em São Paulo, após três anos de estudos e pesquisas.


Em 2006, o artista participou da Bienal do Agora, onde apresentou o trabalho “O Retirante”, em resina. Durval também fez parte de um concurso nacional promovido pelo Museu de Belas Artes, do Rio de Janeiro, e hoje, desenvolve projetos e estudos para esculturas, bustos e traços fisionômicos, “o que não faltam são ideias, mas recursos para a sua implementação”, conta LavruDurval.



Por: Kleber Torres Fotos Vinícius Borges 01-08-2012

Jorge Amado e Luiz Gonzaga



bordando a temática “O Brasil Nordestino de Amado e Gonzagão”, na festa cívica do Dia da Independência Itabuna irá homenagear o centenário de nascimento de dois grandes nomes da cultura brasileira: o escritor itabunense Jorge Amado e o cantor e compositor popular pernambucano Luiz Gonzaga, o rei do baião. O tema foi definido pela Secretaria Municipal da Educação (SEC), durante reunião da equipe gestora.


Segundo o secretário da Educação, Gustavo Joaquim Lisboa, a escolha levou conta a importância dos dois grandes mestres da literatura e da música brasileira que tão bem souberam disseminar, através das suas obras, a rica cultura do povo nordestino tanto nacional como internacionalmente.


“Com certeza será mais um belo espetáculo protagonizado pelas escolas e demais instituições participantes do desfile do 7 de Setembro. Pois teremos a oportunidade de mostrarmos como Jorge Amado e Luiz Gonzaga retrataram o sofrimento, a cultura, os costumes, as dificuldades e a bravura do povo nordestino”, ressalta o secretário.


A vida e obra de Jorge Amado e Luiz Gonzaga serão retratadas com a participação de escolas públicas e privadas, além de dezenas de entidades da sociedade civil organizada. Nesse sentido, a Secretaria da Educação está convocando dirigentes escolares, autoridades militares, além de representantes de diversos outros segmentos, para a primeira reunião de organização do 7 de Setembro, que acontece a partir das 9 horas desta sexta-feira (03), no auditório do Centro de Atenção Integral à Criança (Caic), no bairro Jardim Primavera.


Por - Texto: Erivaldo Bomfim – Foto: – 02/08/2012

www.itabuna.ba.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO

DOIS POEMAS DO NATAL DE JOSELITO DOS REIS

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL É TEMA DE NOVO LIVRO DA EDITUS