BAIRRO DE FERRADAS COMPLETA 200 ANOS DE EXISTÊNCIA

Igreja de Ferradas: Provavelmente a mais antiga de Itabuna
Por - Joselito dos Reis - A ex-vila de Nossa Senhora da Conceição de Ferradas, Conceição de Ferradas, depois distrito de Ferradas (1917) e depois barro de Ferradas (1990), no próximo mês de outubro, deste ano, completará duzentos anos de existência.

Linha arquitetônica 
O local, que segundo a história, foi visitado por jesuítas, na catequese dos índios,  tornou-se um encontro de caravanas, principalmente, dos  tropeiros, onde através de permutas (trocas, barganhas...), nasceu, depois de Ilhéus, um dos maiores comércio no sul da Bahia, devido a  passagem dos viajantes, surgindo, com isso, um intercambio das cidades: Vitória da Conquista/Ilhéus e outros municípios do extremo-sul do Estado.    

Em resumo na Vila de Conceição de Ferradas, no final do século XVlll, nasceu tudo. Em Ferradas funcionou o primeiro cartório de Registro Civil de Itabuna; quando um dos seus tabeliães foi o coletor estadual, Leopldo Freire, que também instalou a Padaria São Leopldo, na Rua Ruy Barbosa, centro, de Itabuna, uma das primeiras desta cidade.

Com tudo isso, por ser a terra onde nasceram os imortais poetas e escritores: Jorge Amado e Telmo Padilha que levaram à nossa cultura para o mundo, além dos políticos: Antonio Olimpio, João Lírio (ex-prefeitos de Ilhéus) e Geraldo Simões (ex-prefeito de Itabuna), deveria ser olhado pelos gestores, deste município, com mais carinho.

O bairro de Ferradas, que já foi Vila e Distrito, continua ainda esquecido pela administração pública; a recíproca nunca foi verdadeira, em relação, à sua história e tradição para com Itabuna.

Entre as necessidades de infraestrutura, o bairro hoje, precisa de uma melhor atenção, em saneamento básico, qualidade da água, áreas de lazer, nova ponte sobre o rio Cachoeira, melhor transporte, uma feira-livre, além da preservação dos seus monumentos históricos que deveriam ser olhados  com mais carinho pela FICC, que retirou o busto de seu filho mais ilustre (Jorge Amado) da entrada do bairro e não colocou outro no local.

Para comemorar a data, algumas pessoas, moradoras de Ferradas estão se mobilizando e preparando um projeto para comemorar a data, inclusive, com um documento reivindicatório, das necessidades do bairro, para ser entregue à Câmara de Vereadores e ao Executivo. 


Portanto, por toda a sua história e tradição, onde deu a origem de tudo para o desenvolvimento do município de Itabuna, o bairro deveria ter um tratamento especial pelos gestores públicos, em respeito as nossas origens.           

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO