O haicai de Caetano Valladares

Veja a poesia estilo haicai do nosso querido amigo Caetano Valladares, sócio deste Clube e presdiente da Academia de Letras de Santo Amaro da Purificação.

"Quase nua
A Lua em gotas de frio
Vai minguando"---


"Assovio de canavial
Corrida de guara
Lábios de fogo"


"batidas de grima
Negro fugindo
Suor em canção"


"Pedras de arremeso
Vidraça quebrada
Perdão"


"Do cacaueiro em flor
Em quatro ventas
Suspira a morte"


"Desfaz-se a tinta
o papel faz-se verelho
Triste notícia"


'Carreira de formigas
Caminho de laranjal
FOME"


" Amadurecem oscajus
Ritual de fumaça
Festa dasCastanhas"


"cerca velha
rasgam lembraças
lavadas no rio"


"Silvo de cobra
Voo de Gavião
Alerta de Ben-te-vi"


"Linguas de fogo
Janelas solitárias
Chuva de trovoada"



"Cheiro de cio
Castanhas na assadeira
Espalha fogo de verão"



"Ao canto dos assannhaços
Dançam os saguiins
Nos Bananais"


"Mel de Usina
Amargo de vinhoto
Peixe morto"


"Massape rachado
Capoira seca, queimada
Urubu de espera"


"Trilha de preás
farras de guaras
Canas caidas"


"Bambuzeiro arcado
verde triturado
Papel maduro"


"Espião do dia
Vigia da noite
Bem-te-vi" Caetano Valladares.


"O oitizeiro secou
As lagrimas da fonte
Abandonada"



"No Baile da saudade
A certeza
da fantazia fugaz"


"Flor de laranjeiras
Enchame esvoaçante
Doce mel"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO