Poeta Gustavo Felecíssimo de São Paulo para a Bahia

A foto do poeta trata-se de Gustavo Felicíssimo que nascei em Marilia (SP), em 1971. Está radicado na Bahia desde 1993. Poeta e ensaísta já colaborou com o Caderno Cultural do Jornal A Tarde. Fundou, juntamente com outros escritores, o tablóide literário SOPA, em Salvador, do qual foi editor.

Graduação incompleta em História. Hoje cursa Letras na UESC/BA.

Tem artigos publicados na revista “O Escritor” pertencentes a União Brasileira dos Escritores, extensivo em sites especializados em literatura.

Felicíssimo, atua também como preparador de textos para editoras e poetas, tendo colaborado para a publicação de diversas obras.

Seus livros escritos são: Diálogos retratando um Panorama da Nova Poesia Grapiúna (Editus/Via Litterarum, em 2ª Edição) e Silêncios (haikai e outras formas poéticas oriundas do Japão) pela Via Litterarum, em 2ª Edição.

É vencedor do concurso “Bahia de Todas as Letras”, edição 2009, em duas categorias: Poesia e Literatura de Cordel.

Venceu também o Prêmio Nacional Patativa do Assaré de Literatura de Cordel (Minc). Teve o projeto Dendê no Haikai selecionado para premiação pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Teve o conto Os Bagos do Professor selecionado para publicação pelo Concurso Internacional Cataratas, de Foz do Iguaçu.

Como vê ai está provado “santo de casa, não faz milagre”.

O verdadeiro poeta é aquele que tem a humildade universal. Sem preconceito de raça, credo e cor e, principalmente, a humildade na crítica literária, para não sair por ai dizendo o que não deve...

www.sopadapoesia.blogspot.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO