Projeto homenageia 100 anos de Mário Lago

Está dada a largada para as comemorações do centenário do ator, compositor, radialista, escritor, poeta, autor de teatro, cinema, rádio e TV, frasista, militante sindical, ativista político e boêmio, Mário Lago. O projeto “Mário Lago: o homem do século XX"”, patrocinado pela Petrobras, será lançado na segunda-feira (18) para imprensa, convidados, patrocinadores e parceiros, na sede do Cordão da Bola Preta, no Rio de Janeiro, às 15 horas.

reprodução

Mário Lago era um artista de múltiplos talentos e um comunista dedicado à luta pela transformação do Brasil.

No lançamento, além do cronograma de atividades e ações programadas, serão apresentadas duas músicas inéditas: “Meu Rio, Meu Vício” (única parceria musical de Mário Lago e Braguinha) e “Braço é braço”, primeiro hino do Cordão da Bola Preta, composto na década de 1930, por Mário Lago e Nelson Barbosa (co-autor de “Quem não chora não mama”), cuja melodia se perdeu e hoje foi musicada por Mário Lago Filho. E um Pocket Show com as
mais conhecidas músicas do compositor.

Será lançado, também, o site oficial do Centenário. Nesse ambiente, o público poderá encontrar a história do artista, com biografia, cronologia, álbum de fotos e registros antigos (incluindo, partituras, correspondências e trechos de filmes, radionovelas e telenovelas).

Ainda, informações de atualidade, como a programação do centenário, depoimentos recentes, vídeos-reportagem das ações em curso (como o trecho de uma gravação do CD), contatos, espaço para artigos e posts.

Também está previsto um link para a publicação gradual de capítulos de livros e de textos autobiográficos de Mário, na busca de alimentar o interesse do público e estimular o acesso.

Serão apresentadas artes e layouts das ações programadas pelo Arquivo Nacional (catálogo, exposição virtual e exposição física) e artes do selo e da moeda comemorativos (EBCT e Casa da Moeda).

O projeto

Foto: Reprodução
Mário Lago foi um artista que influenciou gerações.
No ano do centenário de nascimento, o projeto “Mário Lago: o homem do século XX" busca não apenas relembrar a produção conhecida do homenageado, mas trabalhar com o conceito de
memória em movimento, abrindo espaço para ações relacionadas às suas múltiplas atividades, incluindo produções que, por diferentes motivos, ainda permanecem inéditas.

Dois registros fonográficos; exposições; uma série de shows (“Nas águas do Lago”); produção e lançamento do Filme “Mário Lago: o homem do século XX"; e a produção e exibição
da peça teatral inédita, “Foru Quatru Tiradente na Conjuração Baiana” - um musical-histórico escrito por Mário Lago nos anos 70, imediatamente proibido pela Censura – são algumas das ações previstas no projeto.

As ações propostas serão dirigidas e coordenadas pelo jornalista, ator e compositor Mário Lago Filho e a produção é assinada pelo jornalista e produtor cultural Luiz Moraes.

O objetivo é mostrar para as diversas gerações como Mário Lago influenciou e se deixou influenciar pela sociedade em que viveu – a qual chamava de “moldura do meu quadro”. O projeto tem, principalmente, o objetivo de afirmar a memória de Mário Lago como um patrimônio atemporal, que se faz presente aqui e agora, viva.


O projeto conta com as parcerias da Petrobras, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Prefeitura do Rio de Janeiro, do Arquivo Nacional, da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, do Arquivo Nacional, da Casa da Moeda, da Rede Globo de Televisão,da Editora
José Olímpio e da casa noturna Carioca Gema.

Serviço:

Lançamento do projeto “Mário Lago: o homem do século XX" – em comemoração ao centenário do ator e compositor.
Data: 18 de julho (segunda-feira)
Local: Sede do Cordão da Bola Preta - Rua da Relacao, 03 (esquina da
Rua do Lavradio). Contato: 2240-8049 e 2240-8099
Horário: das 15h às 17h

Da redação, com assessoria

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO

DOIS POEMAS DO NATAL DE JOSELITO DOS REIS

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL É TEMA DE NOVO LIVRO DA EDITUS