POETA IBICARAIENSE MORRE NO DIA DA POESIA

Vídeo inédito do poeta ibicaraiense Nivaldo Melo que nos deixou no último dia 14 de Março. Veja:


(MORRE O MAIOR IBICARAIENSE DE TODOS OS TEMPOS)

Jornalista Waldyr Montenegro, Poeta Nivaldo Melo

e o jornalista e Presidente do

Clube dos Poetas Adeildo Marques.

Poeta Nivaldo Melo, Jornalista e Poeta

Joselito dos Reis e o Jornalista Waldyr Montenegro,

no dia 14/02/2012.

Jornalista Adeildo Marques declama para o

Poeta Nivaldo Melo e Waldyr Montenegro.

Orquídeas do jardim de Nivaldo Melo. Poeta Joselito dos Reis declama para Nivaldo Melo. Poeta Adeildo Marques Presidente do Clube dos Poetas declama para Nivaldo Melo.
Orlando, Nivaldo Melo e Mil Alfaiate.
Nivaldo Melo, quarto da esquerda para a direita,

maior zagueiro da história do futebol.

Vivaldo, Nilton e Nivaldo Melo em 1949. ADEUS NIVALDO MELO NIVALDO MELO 8º VENERÁVEL MESTRE NIVALDO, SEGUNDO DA DIREITA PARA A ESQUERDA,

UM DOS CONSTRUTORES DA LOJA MAÇÔNICA.

NIVALDO, QUINTO DA DIREITA PARA A ESQUERDA,

ÚLTIMO FUNDADOR DA LOJA MAÇÔNICA. NIVALDO MELO, QUARTO DA DIREITA PARA A

ESQUERDA, EM 30 DE ABRIL DE 1950.

NIVALDO OLIVEIRA MELO

*06/05/1926 +14/03/2012

Nivaldo Oliveira Melo, nasceu no dia 6 de maio de 1926, em Pirangi, na época Distrito de Ilhéus, hoje Itajuipe, filho de Doroteu Melo Oliveira e de D. Francisca Esteves de Oliveira.

Chegou em "Palestina", hoje Ibicaraí, no ano de 1932, casou-se com Idalice Martins de Santana, de quem ficou viúvo.

Contraiu segundas núpcias com Hélia Vieira Melo, com quem teve vários filhos, netos e bisnetos.

Poeta de grande sensibilidade, foi recebido pelo "Grande Arquiteto do Universo", "Deus", no Dia do Poeta, 14 de março.

Nivaldo Melo era o último Maçôn, fundador da Loja Maçônica Obreiros do Areópago, nº 33 de Ibicaraí, onde ocupou todos os cargos, inclusive de Venerável Mestre.

No dia 14 de fevereiro de 2012, recebeu em sua residência, o Presidente do Clube dos Poetas de Itabuna, jornalista Adeildo Marques e do sócio do Clube, jornalista Joselito dos Reis, os quais lhe brindaram com algumas de suas poesias. Nivaldo retribuiu a singela homenagem com uma de suas poesias publicada em seu livro "OS VERSOS DE UMA HISTÓRIA" em seu único exemplar feito pelo amigo Danilo, da Digiart's.

"Craque do futebol, começou a jogar na escola, depois em grandes equipes do nosso futebol, dos 15 aos 30 anos, e destacava o titulo do Ibicaraí Futebol Clube em 1949 como o titulo memorável, defendeu as cores do Pérola de Euclides Rosalino dos Santos, seu grande amigo, Flamengo de Hercílio Nunes, e o Fluminense de Itabuna. Nivaldo Melo era um zagueiro de técnica refinada como pouco se viu por aqui, isso lhe valeu a convocação para a seleção ibicaraiense em jogos amistosos na região, por varias vezes, já que na época não havia competições oficiais. Um fato marcante é que, onde jogava a torcida aplaudia sempre, ressaltava que foi convidado para jogar em outras cidades mas, a sua fidelidade ao futebol local não permitiu aceitar. Como o futebol não tinha a visibilidade como nos dias atuais, ele preferiu deixa-lo e se dedicar ao trabalho, no Instituto de Cacau da Bahia, Modesto & Irmãos, e Banco da Bahia. Mais tarde abraçou a atividade comercial, com a Loja A Garota ( Louças, vidros etc.) e Armazém Junco (Comércio de secos e molhados, e produtos rurais).

Dedicado a família e amigos, gozou de grande conceito na sociedade ibicaraiense, diga-se de passagem merecido, como um dos homens mais respeitados desta terra, pelo seu caráter e pela sua honestidade, tornando-se uma referência para todos." Fonte: http://ibicaraiesporte.blogspot.com/2011/05/craques-do-passado-que-ajudaram.html
A PROFESSORA

Nivaldo Melo
Ei-la! – num todo visual, divina, Tem algo de mãe sob infinda luz, De forma bendita sempre conduz Sublime chama do que nobre ensina. Anjo bondoso, desdobrando a sina Em suas lições para quem faz jus, Pois, desvela-se conduzindo a cruz Serenamente e nunca descrimina. De santa, um tanto, mostra-se humana, Com humildade segue soberana; Em tudo assim, com alma engrandecida! Tem, em verdade, o símbolo perfeito Da paciência com imenso efeito, Sem ostentar a glória merecida! (Poesia dedicada a Profª. Waldir Pinto Montenegro Matos, nos 15 Anos das Faculdades Montenegro Ibicaraí, em 19/05/2004)

Expressaounica
SEPULTAMENTE


O sepultamente do poeta e maçon aconteceu às 11 horas, deste dia 15, no cemitério local. Fizeram as honras da familia elutada, ao grande Nivaldo Melo, o jornalista Waldyr Montenegro Matos Jr e o poeta Adeildo Marques, presidente do Clube do Poeta Sul da Bahia, com o poema intitulado "A Bíblia", ganhando muitos aplausos, como era a vontade do poeta que deu o seu último adeus.

O desaparecimento do ilustre filho da terra, deixou a população de Ibicaraí bastante consternada. O prefeito da cidade Lenildo Santana, vereadores, prefeitos de outras cidades, autoridades regionais e a Loja Maçonica dequela cidade, da qual Nivaldo Melo pertencia e era o unico fundador vivo, lhe deram o último adeus.

A BÍBLIA

Inspiração suprema da bondade,
A Bíblia enche de luz a humanidade
Nos desvarios seus!

A Bíblia é o grande código do mundo,
E mostra com sublime e quão profundo,
Tem sido o amor de Deus!

Ela é o farol que brilha nas procelas,
E guia para o porto as caravelas,
Dos míseros mortais!

Ela é a luz que nos transes lancinantes,
Abre caminho para nos navegantes
Través dos temporais!

Os que sofrem acídulas tristuras,
E suportam horrores e amarguras,
Cheios de privação,
Nesse livro bendito e poderoso
Esperança, conforto e bom repouso,
Enfim, encontrarão.

Nessas páginas de ouro e de poesia
Podem achar os tristes á alegria,
Os réus, o seu perdão;

Os oprimidos podem achar gozo
E todos cansados o repouso
De uma feliz mansão!

Passa uma geração... Desaparece...
Porém o grande livro permanece
Aberto ante os mortais!

Ele revela Deus e a eternidade
Aponta para a pobre humanidade
O caminho da paz!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO