EVENTOS DESTE FINAL DE SEMANA DO TMI

EVENTOS DESTE FINAL DE SEMANA DO TMI

“Até que a internet nos separe” terá
apresentação única, domingo no TMI

 “Até que a internet nos separe” é a comédia estará em cartaz neste domingo (16), às 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus, protagonizada pelos atores Márcio Kieling e Gabriela Durlo. O espetáculo teatral dirigido por Fernando Gomes terá apresentação única devido a problemas de gravação de telenovela na Rede Globo por parte de Márcio Kieling. Os ingressos custam R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).

De acordo com a produção do espetáculo, a comédia conta a história de Gabriela e Márcio. “Prestes a completar sete anos de casados, se veem diante de dilema que afeta cada vez mais as nossas relações de hoje em dia: a era digital e a eterna preocupação com nossa aparência virtual. Quantos seguidores você tem? Quantos links sua foto recebeu?”.

A produção da comédia informou ainda que neste mundo virtual é cada vez mais apontado como principal responsável pelas crises nos relacionamentos. “É aí que os protagonistas da comédia conflitam situações do dia a dia com a exagerada influencia digital em nossas vidas. Essa nova realidade apareceu para colocar a prova se os casais realmente se amam”, conta.
  
Galeria do Teatro de Ilhéus
abre vernissage na segunda-feira

A Galeria do Teatro Municipal de Ilhéus sedia de 17 a 24 deste mês, das 18 às 20 horas, a mostra de fotografias, aquarelas e desenhos das artistas Cláudia Pompeu e Geraldine Belmont. O acervo é apresentado em diferentes técnicas e linguagens que retratam a conexão de ambas com os elementos da natureza, do ponto de vista estético, pesquisa e reflexão. A venda das obras terá percentual destinado para suporte financeiro do trabalho desenvolvido pelo Instituto Tartarú, na Península de Maraú, situado no sul da Bahia.
 
Cláudia Pompeu e Geraldine Belmont afirmam que as obras retratam o mar, suas cores, a mata atlântica e os seres que neles vivem. “Sonhar junto torna-se realidade. Aqui, essa realidade é poética e inspiradora. Usar a arte para falar da natureza e da urgência de sua preservação tem o objetivo também de divulgar o trabalho do instituto, do qual ambas são diretoras, contam”.
 
Cláudia Pompeu é publicitária e fotógrafa. Sempre vem ao sul da Bahia em busca da singularidade oferecida pela biodiversidade da região. Pós-graduada pela Escola de Belas Artes de São Paulo, ganhou o prêmio Pinagram, oferecido pela Pinacoteca do Estado de São Paulo. Participou da mostra “Índia”, na Fundação Armando Alves Penteado, e exposições coletivas.

Já Geraldine Belmont veio ao Brasil em 2004 para desenvolver trabalhos na área de proteção ao meio ambiente, com foco em resíduos sólidos. Mora em Ilhéus há treze anos. Pela segunda vez expõe sua produção artística na cidade. Graduada em belas artes pela Escola de Arte de Lausanne, em 2001, participou de exposições coletivas no Centro de Escultura de Nova York, no Museu de Artes Aplicadas de Viena, Áustria, e individuais em Londres, Berlim, Genebra e Zurique.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO

DOIS POEMAS DO NATAL DE JOSELITO DOS REIS

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna