Prêmio Caymmi de Música entrega troféus e revela os ganhadores em 21 categorias

A noite desta quinta-feira (30), dia em que Dorival Cammy completaria 101 de vida, foi de festa, celebração e muita emoção, no Teatro Castro Alves. Mais de 1500 convidados puderam conferir de perto o anúncio dos grandes vencedores nas categorias Show, Videoclipe e Música (Canção e Instrumental) do Prêmio Caymmi de Música. Inspirado no Troféu Caymmi, o Prêmio Caymmi de Música é uma realização da Via Press Comunicação e Eventos e nasceu do desejo da família Caymmi como forma de homenagear o centenário do seu patriarca.
A noite começou inspirada, ao som da Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz tocando "Noite Temporal" do mestre Dorival, e durante todo o evento ainda tocou "Canto de Nanã", "O Vento" e "Acalanto" que contou com a participação de Vírginia Rodrigues. Quem também subiu ao palco para homenagear Caymmi, foram as musas Jussara Silveira, Claudia Cunha, Julia Tazie e Matildes Charles, que, acompanhadas por Alexandre Leão, Marquinhos Lobo e Isaías Rabelo, apresentaram o número que reuniu trechos de algumas canções com nome de mulher que Dorival compôs.
O grupo percussivo Quabales se juntou ao inglês Stomp em uma apresentação empolgante com a base remixada das canções "É Doce Morrer no Mar"  e "Dois de Fevereiro". Nesse momento o palco se transformou em uma grande Festa de Largo para receber a voz marcante de Margareth Menezes acompanhada dos bailarinos do Balé Folclórico da Bahia. A cantora interpretou a canção "Buda Nagô", de Gilberto Gil.
Aplaudido de pé, Dori Caymmi foi um dos momentos mais esperados da noite. O cantor deixou o público emocionado, não só com sua voz, mas com ao falar da saudade que sente do seu pai. A Banda de Boca também mostrou que é Caymmi. O grupo vocal fez uma linda performance das canções  " São Salvador" e "Saudade da Bahia". E, para fechar com chave de outro a noite, os cantores Gerônimo, Fábio Cascadura e Lazzo apresentaram um pout-pourri das canções "Eu cheguei lá", "A vizinha quando passa", "Acontece que eu sou baiano" , "Samba sa minha terra" e "Adalgisa".
O espetáculo foi comandado brilhantemente por Jackson Costa, que assumiu o papel de mestre de cerimônia. A direção artística foi assinada por Andrezão Simões e a direção geral por Elaine Hazin. O projeto conta com patrocínio da GVT, Prefeitura Municipal de Salvador e Governo do Estado, através da lei de incentivo estadual FazCultura, e apoio do Shopping da Bahia, TVE e Rede Bahia. 

No total de inscritos, foram 149 em Música, 101 em Show e 48 videoclipes, revelando a força da nova música da Bahia. Confira os ganhadores no arquivo em anexo! 

Por  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"O Menino da Vila Zara" Artigo de Joselito dos Reis

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO

DOIS POEMAS DO NATAL DE JOSELITO DOS REIS