PRESIDENTE DA FICC REÚNE COM EDUCADORES SOCIAIS

 
Como parte das ações de aprofundamento dos projetos atualmente mantidos pela Prefeitura de Itabuna, através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), a presidente da fundação, Nilmecy Gonçalves, recém empossada pelo prefeito Claudevane Leite, esteve em reunião na última sexta-feira (8), com os educadores sociais do programa Viv-à-rte. A reunião aconteceu no Teatro Zelia Lessa. A coordenadora do programa, Dayse Santos, fez “as honras da casa” apresentando-o à presidência da FICC. Dayse falou de como o programa surgiu, em 2013, quais foram os acertos e as dificuldades enfrentadas no início e de como os resultados começaram a chegar um tempo depois. Segundo ela, o programa Viv-à-rte atende, hoje, cerca de 2 mil crianças e adolescentes em quase todos os bairros de Itabuna, com a oferta de cursos nas mais diversas habilidades: futebol, violão, ballet, artesanato, boxe, danças, etc, todos oferecidos gratuitamente.


Durante os trabalhos, os educadores sociais se apresentaram para a professora Nilmecy Gonçalves e falaram sobre as habilidades que desenvolvem. Também foi exibido um slide-show com fotos do projeto. Dayse Santos destacou que a oferta de cursos em habilidades específicas serve como plano de fundo para uma ação maior, que é o que delimita o caráter transversal do programa. Além de passar os conhecimentos das habilidades que possuem, os educadores se transformam em multiplicadores de conhecimentos nas áreas de comportamento, saúde, segurança e proteção familiar.

A presidente da FICC, Nilmecy Gonçalves, ficou bastante emocionada com o que lhe foi apresentado e disse que “Itabuna precisa conhecer mais e melhor os projetos mantidos pela FICC, que são maravilhosos. Ultimamente, nossa cidade divulga tantas coisas ruins, tantos problemas a serem resolvidos, mas não dá o devido valor àquilo que dá certo, como o programa Viv-à-rte. Então, é preciso que isso cresça ainda mais e que não se perca com o passar dos tempos”, destacou a presidente indicando que haverá uma preocupação especial de sua gestão no sentido de proteger ao máximo possível a continuidade, não só do programa Viv-à-rte, mas de todos os outros mantidos até pela fundação.

Quem quiser obter informações completas sobre o programa Viv-à-rte, cursos oferecidos e vagas ainda disponíveis, pode entrar em contato com a FICC, pelo telefone (73) 3613 4915. Os cursos, ratifica-se: são gratuitos.

Da - Assessoria de Comunicação (ASCOM).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO

DOIS POEMAS DO NATAL DE JOSELITO DOS REIS

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL É TEMA DE NOVO LIVRO DA EDITUS