Solenidade de posse da nova diretoria do Clube do Poeta Sul da Bahia

O novo presidente, Adeildo Marques, ao lado de Ari (Jubiabá)
Adeildo Marques assume novamente o comando do Clube do Poeta Sul da Bahia

Numa grande solenidade contando com a presença de diversas autoridades de Itabuna e da região, quando o Secretário Municipal de Educação de Itabuna, Gustavo Lisboa representou o Prefeito José Nilton Azevedo leal, o poeta Adeildo Marques foi novamente conduzido ao cargo de presidente do Clube do Poeta Sul da Bahia.
Na sua fala Gustavo Lisboa (foto ao lado de Chico)  colocou a sua Secretaria à disposição do Clube, que já vem realizando um trabalho literário poético voltado para as escolas.

O Presidente empossado Adeildo Marques discorrendo sobre a importância de que a poesia é o inicio de tudo, classificando-a como a mãe de todas as artes, agradeceu ao Secretário e prometeu realizar um grande trabalho na divulgação da poesia, descobrindo novos valores, iniciativa para o qual foi criado o Clube do Poeta Sul da Bahia, “que apesar das dificuldades vem revelando grandes nomes de nossa poesia” disse.

Na oportunidade, o Clube do Poeta Sul da Bahia, reconhecendo a honraria de Utilidade Pública Municipal, conferida através da Câmara Municipal homenageou todos os vereadores daquela Casa Legislativa, que não se fizeram presentes, com exceção dos vereadores, Sólon Pinheiro e Vane Renascer que mandaram representantes.

(A poetisa Glória Brandão ao lado de sua filha)
Daqui esse blog também destaca as presenças de Dr. Ananias (Delegado de Itajuipe), Ornam Lapa Serapião, sua esposa Nilza Coutinho (Sindapeb e Conselho do Idoso), Dr. Humberto Barreto, Valter Silva presidente e diretoria (Grapiúna Tênis Clube), Maria Alice Araujo (Presidente dos Democratas em Itabuna) e inúmeros poetas - entre eles - Advogado e poeta, Gervásio José dos Santos, Sherney Pereira (UESC), Antonio Oliveira, Juarez Vicente, Donaciano Macedo, Glória Brandão, Antonio Baracho, Sônia Amorim, Clovisnaldo Argolo, o idealizador e fundador do Clube, Joselito dos Reis e diversas autoridades representadas.

(Alice, Gustavo r Roberto Minas Aço, presenças ilustres)


Outra homenagem prestada foi ao poeta Divaldo Melo, por Adeildo Marques que lhe outorgou uma placa, em reconhecimento de seus relevantes trabalhos ao Clube.


Divaldo Melo é o vice-presidente da entidade e pretende revolucionar a gestão levando, juntamente com Adeildo, a poesia mais freqüentemente às escolas, praças públicas e também um trabalho voltado pela despoluição do Rio Cachoeira.


Na solenidade também foi distribuído entre os convidados mais um número do jornal “A Poesia”, com poemas de diversos sócios do Clube do Poeta Sul da Bahia.

(Val Cabral, Joselito, Dr. Ananias e Cristiano Lobo -FTC)

O jornalista Paulo Lima e Clovisnaldo Argolo chamaram a atenção do público pelos seus decursos no sentido de um mundo mais ordeiro e humano; “e o caminho é a poesia”.


Veja mais alguns flagrantes da solenidade, clicadas por Alex de Souza:

Cantora Jeane animou o ambiente



Juarez Vicente, Paulo Lima e Joselito


Dr. Ananias, outra presença marcante


Carlão, João Paulo ll, chegando à solenidade


AGRADECIMENTOS

O Clube do Poeta Sul da Bahia agradece as pessoas que colaboraram para a realização do evento
O Clube do Poeta Sul da Bahia através de seu presidente Adeildo Marques agradece penhoradamente o empresário Juarez Braga, da Banda "Os Corujas", Maria Alice, o Presidente do Grapiúna Tênis Clube, professor Valter Silva e Diretoria, a professora Eusdete Silva Santos, o protético Roque da Silva Ferreira, ao radialista Val Cabral, o contabilista Antonio Barbosa, Alvaro Catarino Menezes (SAMU), o empresário (Itafrio)  Marino Moura, Waldir Catarino Menezes, a atriz e poetisa Zélia Possidônio, Marconi (Democratas), radialista Alex de Souza e Hélio Fonseca (Bocão) e a Gráfica NOBS, do empresáripo Robson da Silva Santos. 


Três poemas de Joselito dos Reis:
Abandono

Chega a noite
O pivete sente a falta de um lar

Sob as marquises
Faz sua cama intelectual
Com lençol de jornal
Que contou os fatos
Durante o dia...

O pivete dorme
Sonhando que é cantor
Poeta e doutor

E que todos lhes dão amor
Coitado, coitado...
Apenas sonhou!

Voltando à realidade
Uma lágrima
Em seu rosto rolou.


Cacau...

                                                                                   Ao centenário de Itabuna
Muito sangue derramado
Para o centenário chegar
Ah! Meu pé de cajá!

Riqueza daqui
Pobreza de lá...
O que há?

Mas, o Sol continua a brilhar
A juventude a bailar
A cantar...

Jagunços daqui
Tiroteios ao léu
Balas de lá... Balas de cá

Cacau, jaca, maracujá
Rios cristalinos, meu pé de ingá!
Peixes procurando o ar!
sem respirar...

Choro daqui
Poluição de lá...
Salve o jupará...

Adeus cacau!
Lágrimas a rolar
Onde está o tamanduá?

Minha barcaça
Meu cacau a secar?
Chocolate a torrar...

Progresso daqui
Fome a matar!
Onde está o canzuá?

Chuva aqui
Seca acolá
A que rumo chegar?

Tragam meu jupará!
Meu tamanduá!
Quero meu cacau bandeirar!

Sonhos a rolar...
A que ponto parar?
Só Itabuna determinará!


Talvez com a lua
No céu ainda a dançar
A brilhar...
É a saudade no ar!


Insensibilidade

Os tempos passam
As pessoas mudam
Cada um tem seu deus
Cada um tem sua religião
Cada um tem sua fé

Todos estão certos...
Mas ninguém sabe dizer
Porque os dedos das mãos
São desiguais

Nem tão pouco para que lado
O vento deve soprar...

Por isso você
Não tem direito
De querer-me obrigar
A ser isso, ou ser aquilo

Não me julgues
Para não seres julgado
Só UM sabe de nosso destino!

Os tempos passam
E o homem se torna insensível
As raízes estão partindo
Deixando uma árvore sem fruto

Na fé inversa dos costumes
Todos dizem ser sábios!
Mas, “o sábio não sabe que sabe”
Que diga Rui Barbosa
Na sua santa eternidade.

E assim caminha errada a humanidade
“Cada um prá si e deus para o diabo!”.

Nossas impressões digitais
São desiguais!
Por isso, não queira consertar o mundo
Pois, só UM tem esse poder!...
Não é o seu querer...

Fale com o poeta:reislito@hotmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO