Rogério Medrado lança livro em Ubaitaba

Em alto estilo com a presença do Clube do Poeta Sul da Bahia o poeta Rogério Medrado fez pela segundo vez o lançamento na cidade de Ubaitaba do seu livro “Vida e Poesia”. O evento não teve o mesmo público da cidade turística de Itararé, quando o livro foi autografado pelo poeta no dia 18 de Dezembro de 2010, pela primeira vez e com muito sucesso.

Este fato fez com que o poeta ficasse decepcionado, vimos em seu semblante muita tristeza por não haver o comparecimento dos seus convidados do município e, em especial, o Prefeito, além de secretários municipais, vereadores e outras autoridades. Mas como dizem; “Santo de Casa não Faz Milagre” ali ficou comprovado.

Mas, por outro lado, o poeta ficou muito alegre com a presenças dos membros do Clube do Poeta Sul da Bahia, que estava ali representado por Joselito dos Reis (fundador da entidade), Adeildo Marques (presidente), Divaldo Mello (vice-presidente) Romilton Telles Santos, Antonio Oliveira, Donaciano Macedo, Bornier e Clovisnaldo Argolo, diretores, o que deixou o poeta muito satisfeito, apesar do constrangimento.

O Clube

do Poeta Sul da Bahia através do seu recital/teatro levou o pequeno publico presente no Centro de Convenções de Ubaitaba ao delírio. “Não tinha quantidade, mas tinha qualidade” disse o poeta Medrado, e nos dizemos usando

os refrões dos poetas Cazuza e Fernando Pessoa: “Enquanto houver burguesia, não haverá poesia”, “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”.

E nós aqui dizemos: Vamos a luta poeta, pois todos nós somos abençoados por Deus que em Sua Santa Bondade Nos deu inteligência e inspiração, para removemos montanhas e mares, com a força da afloração de nossa poesia!

Rogério Medrado é sócio do Clube do Poeta Sul da Bahia e faz parte da nossa “comissão organizadora” na linha de frente, elaborando o nosso livro, dedicado aos cem anos de Itabuna: “Antologia Centenária” que contará com a participação de 120 poetas grapiúnas e, que marcará a nossa história com todos os temas e gêneros poéticos/literários da nossa terra. Aqui somos todos iguais por um só ideal.

O poeta também considerando Ubaitaba sua terra mãe, pois deixou o campo, e ali viveu grande parte de sua infância e adolescência, chegando a estudar graduar-se em filosofia e dois anos de teologia. Com isso ganhou vôo para o mundo maravilhoso da poesia, através de grande humildade, conforme destacou uma de suas primeiras Professoras, Márcia Vasconcelos saudando ao poeta, na abertura do evento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO