Rogério Medrado lança livro em Ubaitaba

Em alto estilo com a presença do Clube do Poeta Sul da Bahia o poeta Rogério Medrado fez pela segundo vez o lançamento na cidade de Ubaitaba do seu livro “Vida e Poesia”. O evento não teve o mesmo público da cidade turística de Itararé, quando o livro foi autografado pelo poeta no dia 18 de Dezembro de 2010, pela primeira vez e com muito sucesso.

Este fato fez com que o poeta ficasse decepcionado, vimos em seu semblante muita tristeza por não haver o comparecimento dos seus convidados do município e, em especial, o Prefeito, além de secretários municipais, vereadores e outras autoridades. Mas como dizem; “Santo de Casa não Faz Milagre” ali ficou comprovado.

Mas, por outro lado, o poeta ficou muito alegre com a presenças dos membros do Clube do Poeta Sul da Bahia, que estava ali representado por Joselito dos Reis (fundador da entidade), Adeildo Marques (presidente), Divaldo Mello (vice-presidente) Romilton Telles Santos, Antonio Oliveira, Donaciano Macedo, Bornier e Clovisnaldo Argolo, diretores, o que deixou o poeta muito satisfeito, apesar do constrangimento.

O Clube

do Poeta Sul da Bahia através do seu recital/teatro levou o pequeno publico presente no Centro de Convenções de Ubaitaba ao delírio. “Não tinha quantidade, mas tinha qualidade” disse o poeta Medrado, e nos dizemos usando

os refrões dos poetas Cazuza e Fernando Pessoa: “Enquanto houver burguesia, não haverá poesia”, “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”.

E nós aqui dizemos: Vamos a luta poeta, pois todos nós somos abençoados por Deus que em Sua Santa Bondade Nos deu inteligência e inspiração, para removemos montanhas e mares, com a força da afloração de nossa poesia!

Rogério Medrado é sócio do Clube do Poeta Sul da Bahia e faz parte da nossa “comissão organizadora” na linha de frente, elaborando o nosso livro, dedicado aos cem anos de Itabuna: “Antologia Centenária” que contará com a participação de 120 poetas grapiúnas e, que marcará a nossa história com todos os temas e gêneros poéticos/literários da nossa terra. Aqui somos todos iguais por um só ideal.

O poeta também considerando Ubaitaba sua terra mãe, pois deixou o campo, e ali viveu grande parte de sua infância e adolescência, chegando a estudar graduar-se em filosofia e dois anos de teologia. Com isso ganhou vôo para o mundo maravilhoso da poesia, através de grande humildade, conforme destacou uma de suas primeiras Professoras, Márcia Vasconcelos saudando ao poeta, na abertura do evento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A verdadeira história do bairro São Caetano

OS POETAS BAIANOS MAIS PREMIADOS