Livro e documentário da Ficc homenageiam ex-craques Uma noite de alegria e muita emoção. Foi assim que muitos ex-jogadores campeões pela seleção amadora de Itabuna definiram a noite em que o escritor e presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Cyro de Mattos, lançou o seu mais novo livro, O Velho Campo da Desportiva que conta a história do futebol amador local e homenageia atletas do passado.
Durante a solenidade, no Centro de Cultura Adonias Filho, também houve exibição do documentário Saudosa Desportiva, Gloriosa Seleção, das cineastas Roberta Martins e Audrien Greycer. Vários atletas que fizeram história no futebol amador ainda receberam o Diploma do Mérito Cultural Esportivo. Os falecidos ou que não puderam comparecer foram representados por familiares. No entendimento de Cyro de Mattos, a homenagem aos atletas é mais que merecida, embora tardia. “Não podíamos continuar com essa omissão imperdoável, deixando no esquecimento uma das páginas mais gloriosas que Itabuna já teve no tempo do Campo da Desportiva”.
“Para nós é motivo de muita honra, emoção e muita alegria ser lembrado de uma maneira tão rica e tão maravilhosa. É uma volta a um passado bonito, participativo e muito feliz como foi o nosso futebol itabunense”, declarou um dos mais respeitados nomes do futebol amador do passado, Fernando Riela. Muitos dos atletas já falecidos, foram representados pelas suas viúvas ou familiares.
Durante o evento que integrou as comemorações do centenário de Itabuna também foi exibido o documentário, de 40 minutos, uma iniciativa da Ficc que custeou as despesas para a sua realização. Com relação à publicação do livro pela LGE Editora de Brasília, Cyro disse que “decorre de um gesto seu voluntário pela sua paixão como torcedor da legendária Seleção Amadora de Futebol Hexacampeã para distribuí-lo entre jogadores e desportistas, como uma lembrança amiga, neste ano em que a cidade comemora os seus 100 anos”.
O presidente da Ficc adiantou que já recebeu convite da Confraria dos Comunicadores Esportivos e Atletas de Salvador para lançar o mesmo livro na tribuna de honra do Estádio de Pituaçu, no próximo mês de agosto. Ele explicou que a confraria é uma entidade associativa que reúne atletas atuais e do passado, em Salvador, além de desportistas e comunicadores da área, tendo como finalidade valorizar o esporte através de suas relações com a cultura, a cidadania e o lazer.
Texto: Rosi Barreto – Fotos: - Vinicius Borges
Cultura afro será debatida nos festejos do centenário

A comunidade afro de Itabuna terá participação efetiva nas comemorações oficiais do 1º centenário do município. Isso ficou acertado em reunião ocorrida no último dia 21 entre o prefeito Capitão Azevedo e cerca de 40 lideranças religiosas de matriz africana, que representavam 25 templos de diversos cultos afrodescendentes.

O ponto alto da participação dos adeptos da cultura afro, que inclui o candomblé e a umbanda, entre outros, será a realização de um seminário sócio/cultural na sede social do Itabuna Esporte Clube nos dias 22 e 23 de julho próximo.

Durante o evento vão ocorrer palestras, debates, apresentações de grupos da cultura negra regional e haverá até um ato público, na Praça Camacan, às 18 horas do dia 23, com samba de roda, capoeira, maculelê, percussão e dança afro.

No entender do professor universitário e babalorixá, Ruy Póvoas, o seminário é importante porque valoriza a diversidade cultural do País, contemplando a questão afrobrasileira. “Em resumo, o evento dá visibilidade ao povo do terreiro e promove o diálogo intercultural”, ele diz.
O seminário está sendo promovido pela Associação do Culto Afro-Itabunense (Acai) e conta com o apoio das secretarias municipais de Administração, Assistência Social, Educação e Indústria e Comércio.

“O seminário é parte integrante de um amplo projeto que visa a discussão das questões afro e esse apoio que estamos recebendo da Prefeitura é fundamental para que possamos atingir nossos objetivos”, lembra a Yalorixá Desdemona Dantas, presidenta da Acai.
Texto: Joel Filho - Fotos: Vinícius Borges

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor João Cordeiro de Andrade homenageado pela FTC/Itabuna

Faeg vence edital para semear cultura pelo sul da Bahia

RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM LIVRO